13 setembro, 2007

Livro: Carmen (Ruy Castro)

Carmen é Miranda, claro. Nascida em Portugal, mas desde muito pequena no Rio de Janeiro. O início da história leva-nos ao Rio do início do século, a uma comunidade de emigrantes portugueses chamados Manoel e donos de padarias, ou seja tirados directamente das piadas brasileiras...

E no entanto os Manoeis estão ligados ao nascimento do que de mais genuíno tem o Rio: o Flamengo, a música popular... e o Zé Carioca (sim, espantosamente ele existiu, e vem falado no livro).

Depois? Depois veio a Broadway e Hollywood - e para quem, como eu, gosta de velhos musicais em Technicolor, só as fotografias valeriam a pena a compra.

No meio de tudo isto, e no fim, está uma vida muito solitária e dramática. Grande biografia esta, e grande biógrado (e pesquisador, e entrevistador...) que é Ruy Castro. Imperdível.

2 comentários:

M disse...

Eu havia jurado não participar mais deste Blog por não me terem convidado para festa, antes sem girafas e sem Ervi (sim eu vi o primeiro post) depois com girafas e ervi.

E ainda duvidam da minha existência!


Eu concordo com o LR, o livro é uma viagem mágica ao Rio de Janeiro boémio. E enaltece mais a mulher Carmem Miranda, que o mito.

Ervi,

Venho por este meio convidar -te para uma festa alternativa, na mesma hora e de preferência no mesmo local da festa supracitada, esquece as girafas, vamos ter shows de Strip Tease, Luta no Gel, drogas legais, e convidados interessantes

Ervilha Escriba disse...

M,

Muito obrigado! A verdade vem sempre ao de cima!

Aceito o convite com todo o prazer! Está combinado! It's a deal! 7 Setembro de 2008 vai ser um dia memorável!

Beijo

Paulo (até assino que é para verem que isto é a sério e que eu não me vou esquecer!)