24 agosto, 2007

Postal de Goa V : Paparoca!

Dada a ignomia demonstrada após a minha partida para estas partes, seguida da falta de produção verificada nos tempos recentes, decidi trocar os meus dois co-CEO-Sysadmin-tralala, pelos dois senhores na foto. O blog também vai passar a chamar-se Culinária e Cultura (o CC fica, CC), e apresentaremos uma receita diariamente em Konkani (vão ter de aprender)... Eu continuarei a escrever sobre livros / discos / filmes sobre os quais ninguém quer saber, mas apenas por resistência e mau gosto.

Falando a sério (na medida do impossível!), na passada 2ª feira fui convidado pelo dono do Hotel em que estamos alojados (o Nova Goa) a preparar um prato de bacalhau. Optei pelo Lagareiro, porque é daqueles pratos em que se os ingredientes forem bons, a coisa sai sempre bem. Foi uma experiência muito divertida, com grandes confusões de linguagem, desde pedir ground pepper e receber brown paper, à inevitável porrada nas batatas que divertiu imenso os meus co-Chefs (inicialmente pensavam que era uma técnica para verificar se as batatas estavam assadas ;-). Segue foto do resultado que foi bastante apreciado (Ervi e outras almas sensíveis é favor fecharem os olhos).

Apesar da minha insistência em dizer que não sabia nada de cozinha, que só o fazia para o deleite da família e amigos (e o meu próprio, claro), o Chef máximo repetiu várias vezes que eu era um grande cozinheiro, ao que eu respondi várias vezes que eu é que tinha muito a aprender com ele... E é mesmo verdade. A cozinha cá da terra é de uma riqueza impressionante, apesar de temer ter ficado com as papilas gostativas irremediavelmente danificadas pelo picante, o qual já sinto muito menos e que já nem me faz suar.

Os pratos mais "típicos" de Goa são o Frango Cafreal (envolto numa pasta verde de bastante mau aspecto mas muito saborosa) e o Xacuti. Mas a comida da India é tão rica em variantes, que estes se tornam bastante repetitivos em pouco tempo. E depois as pessoas todas são da opinião que uma pessoa deve comer até ficar no limite do vómito, pelo que a maioria das refeições é constituída por uma quantidade interminável de iguarias... Deixo-vos com uma foto de uma Paper Dosa, uma espécie de crepe estaladiço do tamanho do meu braço que me "obrigaram" a comer ao lanche uma tarde destas!

10 comentários:

Ervilha Escriba disse...

Excelente posta!

Nem vou avacalhar...

Que grande foto, tu e os chefes :)

CC disse...

Já começa a fartar, isso do CC.

Ervilha Escriba disse...

CC,

O teu nome não é esse. Eu não o vou dizer em público mas toda a gente sabe que começa em "A" e acaba em "arca".

Já o Anjinho inventou que se chamava LR, não percebo!

Ervi, cujo nome, desde pequenino, é mesmo Ervilha

LR disse...

Considerando o tamanho da coisa, ainda bem que só te obrigaram a comer ao lanche.

LR, sem Internet e de molho no Algarve...

Viajante insatisfeita disse...

Fiquei motivada para ir até Goa.Obrigada pelo testemunho, principalmente gustativo, BT

Sofia disse...

hm... para quem passou umas semanas a comer areia nas praias portuguesas não é bom voltar a ler este blog. A sensação que alguns estão a divertir-se imenso noutra ponta do planeta enquanto eu voltei a trabalhar. Vou amuar ali para o canto.

Bruno Taborda disse...

Viajante Insatisfeita:

Quando quiseres algumas dicas sobre Goa é só dizer...

Sofia:

Não amues que não vale a pena... É verdade que me diverti muito, mas amanhã também já volto para a "prisão" :(
Temos sempre a compensação de agora estar o LR a comer areia (ainda por cima sem internet ;-)

viajante insatisfeita disse...

Podes querer que aceito a oferta com unhas e dentes.Obrigada

viajante (in)satisfeita disse...

Peço desculpa devia ter escrito crer em vez de querer

Valentina disse...

Obrigada, agora que comi já me sinto melhor!
Ainda que não tenham sido as batatas esmurradas (que parecem mesmo deliciosas).
Me sinto bem satisfeita.