02 agosto, 2007

Livro : Vertigem Americana (Bernard-Henri Lévy)


Da contracapa: «Numa tentativa de compreender a nova América, Bernard Henri-Lévy foi convidado pela revista Atlantic Monthly a refazer, 172 anos depois, os passos do seu conterrâneo Alexis de Tocqueville que, em 1831, sob o pretexto de estudar o sistema presidiário, analisou todos os aspectos da sociedade americana, viagem que deu origem À obra-prima Da Democracia na América.

Durante um ano, entre a campanha eleitoral que reelegeu George Bush, em 2004, e o Verão de 2005 quando o furacão Katrina assolou Nova Orleães, Bernard Henri-Lévy percorreu mais de 20.000 kms de Norte a Sul do país visitando muitas prisões, entre as quais Guantánamo, entrevistando ricos e famosos como Woody Allen, Warren Beatty, Sharon Stone, Norman Mailer, George Soros (...)»

Nota prévia: os artigos originalmente publicados na Atlantic (que compro religiosamente de há uns anos a esta parte) eram em inglês. Esta edição portuguesa é - mal - traduzida do francês, e por vezes intragável. Mas o livro é tão bom que sobrevive...

A grande virtude de B.-H. L. é a abertura de espírito, a dúvida metódica (ou não fosse francês e filósofo), a capacidade de ver além dos preconceitos e lugares-comuns sobre a América. E qualquer gajo que a pretexto da "nova América" vai entrevistar a Sharon Stone merece todo o nosso respeito, claro.

13 comentários:

Ervilha Escriba disse...

Ai, a preguiça...

Foto com baixa resolução, cópia estilo escola primária da contracapa e as únicas duas ideias que ficam são que: o tradutor é mau, a Sharon Stone é boa.

Thanks, but no thanks. Até aí chegávamos todos.

Da próxima vez que fizeres uma crítica a um livro que não leste, assume-o, sê homem! Afinal de contas isto não é a Video Magazine e o BT não é o Paulo Cruz!

Ervi Light (queres emagrecer, pergunta-me como)

Bruno Taborda disse...

HeHeHe!

Não sei porquê acho que quando voltar de férias já por cá não andam os dois... Parece-me que as Madalenas se vão zangar (como já aconteceu com outras aves na 5ª), o que é normal, porque quem brinca com o fogo...

Como já devem ter reparado, tenho feito pequenos ajustamentos de imagem às vossas postas (principalmente às do LR), como a paneleirice da primeira letra grande em cada parágrafo e as imagens centradas com o texto por baixo. Mudei a imagem do Bergman por uma igual de maior qualidade e resolução, mas para este livro não consegui encontrar melhor... Nessas situações normalmente faço um scan da capa... Mas se calhar o LR não tem scanner (ou não tem o livro ;-)

Ervi: como?

LR disse...

Meninos:

Tenho o livro, li-o, e disse o que tinha a dizer. Para ervilhas carecas, pêssegos albinos, e outros vegetais, já dei...

Beijos e abraços.

PS: Thanks Bruno. Eu e a informática...

Ervilha Escriba disse...

Bruno,

Não tenhas medo, isto é tudo encenado, uma espécie de wrestling dos bitates para atrair audiências, em especial moçoilas "loiras" com as raízes do cabelo pretas.

Fazeres greve de fome em protesto pelo antro de libertinagem em que se tornou o teu blog é uma boa forma de perder peso.

LR,
Se não és homem para encaixar uma crítica justa faz como eu e fecha os comentários!

Quanto aos vegetais para quem já deste, que eu me lembre, começavam todos por "Gre" e acabavam em "lo"

Ervi da penugem sexy

LR disse...

Ervi,

Estás a caminho do Parque Mayer...

Ervilha Escriba disse...

Não me digas que não era bonito nós os dois de maillot rosa choque numa coreografia homoerótica a lutar num teatro degradado em pleno parque Parque Mayer, enquanto o nosso "Tarzan" Taborda de estimação fazia os comentários para a TVI: "LR segura Ervi pela nádega, Ervi tenta arrancar orelha de LR à dentada"...

Mais fair-play meu caro, andas tão "não me toques" que até pareces um daqueles snobs do SCP...

Bruno Taborda disse...

Porra Ervi... Acho que vou ter pesadelos logo à noite.

Não era suposto tu ires dormir???

Eu e o LR temos que trabalhar...

Out of the Closet Helpline disse...

Pesadelos ou sonhos húmidos?

M disse...

Querido...

Acabei de chegar do cabeleireiro, nada de raízes pretas.

Este livro não é aquele que estavamos a usar como suporte para o copo de caipirinha?
A imagem não tem baixa resolução, está completamente bêbada.

Ervilha...entra para o fan club.

CC disse...

Cara ervilha pálida:
Era o que faltava o LR ter de ler os livros para os criticar.

Caro LR,
continuas com o trauma das platinadas que não sabem escrever?

Caríssimos autores,
não invoquem o nome da Quinta Coluna em vão. Nunca.
E, por favor, não chamem a este tasco "CC".

Abraços.

CC disse...

http://bp1.blogger.com/_t5rQHF4Cijw/RjZ_ysz7GKI/AAAAAAAAAYU/ZD7gXoKIPjE/s320/BHL+-+Vertigem+Americana.JPG

Bruno Taborda disse...

Estou a ver que só falta aparecer por cá mais uma pessoa para isto parecer o Clube Amigos Disney (ou será o fanclublr?)...

Quanto à utilização do "CC", informo que registei a patente no início de 1992. Aliás existe uma cadeia de televisão radical que me paga royalties todos os meses pela utilização do nome. Por isso porta-te bem ou ainda te obrigamos a mudar de iniciais (como sabes temos um advogado muito bom - um tal de Domingos de Rãs)...

Ervilha Escriba disse...

Mê,

Não posso entrar para o fan club porque um amigo não pode ser fã, tem de ter uma visão distanciada e não tendenciosa das coisas.
Além do mais, não acho que ele fosse aguentar tanta sensualidade junta...


The Anarchist Formerly Know As CC,
Ou ouvir discos, ou ver filmes, ou seja o que for. Basta-lhe a inspiração divina


Bruno,
Eu quero fazer de rata Minnie. "Primeiro para todos os jogos"!