03 agosto, 2007

Disco : The Twilight Sad - Fourteen Autumns & Fifteen Winters


Apesar de este disco já ter saído há uns 3 meses e de fazer parte do lote de críticas que era meu objectivo escrever para a Coquetel Molotov (o nº 3 no qual participei já se encontra aqui), a longa travessia do deserto que ocorreu entre meados de Maio e o final de Julho, não me permitiu ter disponibilidade para lhe fazer justiça. No entanto verifico que continua a rodar com frequência no meu iPod, e que cada vez me dá mais prazer a ouvir, razão pela qual estou a escrever estas linhas.

Os Twilight Sad são quatro rapazes originários de Glasgow na Escócia, e é muito clara a influência de outras bandas congéneres: os Arab Strap pelo forte sotaque do vocalista James Graham e os Mogwai pela instrumentação complexa e pelos muros de guitarra. No entanto, e apesar destas referências, têm um som muito característico, misturando instrumentos como o piano ou o acordeão, com bateria marcial e a guitarra carregada de efeitos e distorção. Mas onde reside a maior diferença, é na poesia e na interpretação carregada de emoções do referido Graham.

Infelizmente parecem ser uma banda destinada a ser ignorada, como outras em que pareço estar só na minha admiração (por exemplo Afghan Whigs, Hope of the States, Cooper Temple Clause), e o que é curioso é que todas têm vocalistas com vozes pouco vulgares a deitar tudo cá para fora enquanto são acompanhados por instrumentação complexa e barulhenta. Para que tamanha injustiça não aconteça, façam lá um esforço para descobrir estes senhores... ( 4,5 / 5 )

1 comentário:

Ervilha Escriba disse...

"como outras em que pareço estar só na minha admiração" --> Welcome to my world!