24 abril, 2009

Something for the Weekend 34

Juntando o facto de só ter encontrado um vídeo novo jeitoso esta semana, e de o Ervi conhecer 75% dos artistas da semana passada, vou ao fundo do baú buscar algumas das minhas bandas desconhecidas preferidas para as quais há previsão de lançamentos novos este ano. O vídeo novo fica assim reservado para a próxima semana.

Já tinha falado dos Acoustic Ladyland por , mas na altura não abusava do Youtube e seus primos como agora. São ingleses e fazem uma música que mistura muito naturalmente jazz com funk e com punk, e que acho muito original. Existe uma promessa vaga de disco novo para este ano, mas ainda não há amostras, encontrando-se o tema abaixo no álbum Skinny Grin.


Acoustic Ladyland - Cuts & Lies

Os Giant Drag são o nome de código de uma moçoila de L.A. chamada Annie Hardy, que normalmente se faz acompanhar por um moçoilo na bateria / teclados, que já variou umas quantas vezes, não sendo assim elegíveis para a competição do rock-casalinho. Não são tremendamente originais, mas acho delicioso tanto o tom preguiçoso / ressacado dos vocais como as letras sobre relacionamentos falhados. Para este ano prometem um tal Swan Song EP, já se podendo ouvir e ver qualquer coisa no MySpace. O vídeo é do álbum de estreia Hearts and Unicorns, que já data de 2005.


Giant Drag - Kevin is Gay

Parece-me muito injusto que estas moças estejam encaixadas no nicho da World Music, de onde muito raramente quem lá vai parar consegue sair. Eu sei que tocam / cantam folk tradicional celta, mas são instrumentalmente muito eruditas e aliam uma certa sensibilidade pop, que deveria ser suficiente para quebrar a barreira para um território mais mainstream. O segundo album Bairns, de onde é extraído o tema abaixo, já tem dois anos e merece a descoberta, pelo menos para quem não tenha preconceitos e oiça música com os dois ouvidos.


Rachel Unthank & The Winterset - Blue Bleezing Blind Drunk

1 comentário:

Raciocínico disse...

Giant Drag é puramente delicioso. Como narcisismo caramelizado.