09 maio, 2008

Sem Surpresa

A Justiça Desportiva confirmou hoje o que há muito se sabia. É um muito triste dia, em especial para atletas, treinadores, associados e simpatizantes do Boavista e do Porto. O cancro da suspeição deu lugar à certeza terminal da corrupção. Por muito que os fundamentalistas regionais disparem agora em todas as direcções, numa tentativa desesperada de fazer o spin mediático da coisa, o mal já está feito, com o mérito das conquistas contemporâneas posto em causa e a descrença do comum adepto da bola entranhada até aos ossos.

Não sonho com vitórias na secretaria, nem com vinganças retroactivas, nem sequer o mal dos outros me traz qualquer tipo de satisfação. Queria era que estes bandalhos de alguidar, mafiosos de meia leca, energúmenos da farinha amparo, desaparecessem de uma vez por todas e que uma nova era de Futebol Português jogado exclusivamente dentro das quatro linhas brotasse das cinzas.

2 comentários:

M disse...

Não te esquece de pedir a prenda ao pai natal, e da moedinha da fada dos dentes.

cba BDS disse...

palavras sábias caro Ervi, pena que vivemos num país que parece uma republica das bananas