01 maio, 2008

Disco : Dead Combo - Lusitânia Cowboys


Os Dead Combo são compostos pela mistura muito original do guitarrista Tó Trips com o contrabaixista Pedro Gonçalves. Como diria o meu pai, tiveram o azar de nascer em Portugal. Um país tão pequeno e com tão poucos habitantes, em que viver da música deve ser mesmo muito difícil, ainda mais quando se quer fazer música a sério, sem ir em modas e comercialismos, como é o caso. Mas a realidade é que se não tivessem nascido por cá, não teriam com certeza o som que têm, a misturar o melhor da música Portuguesa (Trips é um digno sucessor de Carlos Paredes, transferido para a guitarra eléctrica), com tudo um pouco do que se faz por esse mundo fora.

Tendo inicialmente sido redutoramente apelidados de "Fado Western" pela mistura que faziam da Guitarra Portuguesa com as bandas sonoras Spaguetti do Morricone, de disco para disco é nitida a procura e integração de novos sons, assim como a colaboração com outros músicos. Este 3º disco demonstra-o com toda a segurança ao ir buscar influências da America Latina (Cuba 1970 entre outras) ao Japão (na versão muito sui generis do Like a Drug do Queens of the Stone Age), e a recrutar pessoas como Howe Gelb, Kid Congo Powers, Carlos Bica e Nuno Rafael. O resultado, tal como em discos anteriores, é algo irregular, funcionando melhor em algumas ocasiões do que noutras. Digamos que é um laboratório de ponta altamente experimental e que quando o resultado funciona, é sempre verdadeiramente único.

Não posso deixar de destacar ainda a beleza da edição, e o excelente conteúdo do DVD que acompanha o disco, em que se recolhem todos os videos da banda, um documentário sobre a gravação do disco e uma curta (mas muito intensa) actuação no Maxime. Só este DVD é razão mais que suficiente para a aquisição do disco. ( 4 / 5 )


Dead Combo - Putos a Roubar Maçãs

3 comentários:

Fred Di Giacomo disse...

Hey! Legal conhecer a "contracultura" portuguesa. Tem um pouco de contracultura brasileira e mundial no meu blog: http://memoriasdeumperdedor.blogspot.com

rita maria josefina disse...

é verdade. o pais é pequeno e a maioria do Portuga dá oportunidades a outras sonoridades... o que torna viver-se da musica muito mas muito complicado. tanto para quem a faz como para quem a promove ou para quem não dá a cara por ela. as vezes pergunto-me que volta é que isto precisa de dar? mas o facto é o nosso pais é efectivamente pequeno, e crescer... já não cresce mais. cada vez mais pensar em editar e tocar 'lá fora' é a solução, as oportunidades estão lá, doa a quem doer (e a mim doí-me bastante haha).
O meu DVD+CD já rodam cá em casa e concordo contigo, vale mais do que a pena comprar, estes dois Senhores bem o merecem.

ana disse...

Fiquei fã dos dead combo logo depois de ouvir esta belissima interpretação de "putos a roubar maçãs"... é pena, por um lado que este país seja tão "pequeno" e que obrigue os músicos a sair á "sorte", cá e lá fora. Parabéns!