08 fevereiro, 2008

Dia de São Nunca À Tarde

Nunca pensei que chegaria o dia em que os Queen seriam capa do Blitz. Muito menos num número com artigos extensos sobre bandas menores da moda contemporânea como são os Radiohead e os Arcade Fire. Até os Mão Morta teriam sido uma escolha de capa mais coerente. Mas não, o mundo mudou, morrer é sempre um bom golpe de marketing e agora os Queen são os máiores, até para a crítica. Mas eu não mudei, levo 25 anos de amor à causa e lembro-me bem de todos vós, seus palhaços de merda, jornalistas da farinha amparo, críticos de meia-tigela. Felizmente que sou só eu pois o resto da humanidade só recorda mesmo os quatro magníficos, que é como deve de ser!

3 comentários:

LR disse...

Eu também não mudei. E no caso dos Queen (e dos Supertramp, e dos Barclay James Harvest), acho que as moscas mudaram, mas...

Ervilha Escriba disse...

Desculpa lá querida, não era minha intenção acertar-te com a broca num nervo e acordar-te da letargia recente.

Engraçado não teres mudado quando eu me lembro perfeitamente de gostares de Dire Straits, Springsteen, U2,etc

ahahahhaha

Anónimo disse...

Meninas! Não se zanguem em público! Resolvam as vossas quezilias no recato do lar, siiiimmmmmmm??!!!
Estivese aqui o testosterona-man, o nosso pmmt, e diria logo que estariam a precisar....de um belo tratamento!
:P
kisses para ambas!
mhmalhoa