18 novembro, 2005

Disco : Uma parada de lobos


Como podem ver estou em grande forma! Prolifero como sempre e a este ritmo vou com certeza conseguir entrar para o Guinness com o blog mais longo de sempre! Consegui fazer o meu 2º post antes de completar um ano sobre a sua concepção original! Mantendo este ritmo podem contar com o próximo lá para Outubro de 2006!!!

Venho por esta ocasião falar-vos de um disquinho tão novo que nem o devem conseguir encontrar nas lojas onde costumam ir... Trata-se do primeiro àlbum de um grupo de quatro rapazes de Montreal (Canadá) que se intitulam Wolf Parade. O disco por sua vez chama-se Apologies To The Queen Mary... e foi editado pela Sub-Pop.

Como deverão saber (ou talvez não), o Canadá está na moda em termos musicais. Desde que os Arcade Fire se tornaram conhecidos, só se houve falar em bandas de Montreal. Estes têm a particularidade de terem começado a fazer as primeiras partes dos concertos dos referidos Arcade Fire. Por outro lado o disco foi produzido por Issac Brock, guitarrista dos Modest Mouse. O som em termos genéricos é assim uma amalgama de Arcade Fire com Modest Mouse (se calhar até se podiam chamar Modest Fire), mas notam-se muitas mais influências desde new wave, aos Pixies, passando pelos Pavement. A coisa resulta num indie-rock de estilo festivo desencantado e com complexidade instrumental sub-produzida que, bastante longe de imediato, melhora com as audições até atingir o nível de viciante (em que se torna muito difícil ouvir outra coisa durante um mês). Levam um pequeno desconto na nota pela presença de alguma repetição pelo meio do àlbum, a qual pode ser apenas devida a uma escolha menos feliz do alinhamento. (4/5)

1 comentário:

PA disse...

Sim, senhores... tá muito fixe, só discordo da parte em que dizes que o álbum fica repetitivo a meio, porque as minhas músicas preferidas são precisamente ... as do meio :) Por isso a minha nota seria 500/5 ;)
Acho que é um enorme álbum...

P.S.: Montreal a património da humanidade. JÁÁÁÁ!!!!