14 setembro, 2008

É Prá'manhã

Catorze faixas. Doze anos e dez meses de espera. Coisa pouca para um homem de barba rija como eu. O entusiasmo juvenil já lá vai, afinal são quase três décadas de dedicação à causa, mas garanto-vos que este será não só o melhor álbum do ano, como o da década transacta.

9 comentários:

CC disse...

Pois, pois...

cba BDS disse...

Venha ele que tão esperado está a ser, além disso com os atrasos justificadissimos já que uma master peace terá de ser só nos pode fazer aguardar, controlar ansiedades e quando aparecer...

LR disse...

Por razões sanitárias, não comento este post nem a notícia da indemnização atribuída a Pinto da Costa.

Ervi Mendel disse...

Se precisares conheço um Engenheiro Sanitário...

Anónimo disse...

Eng.º~Sanitário às ordens!

JEf

CC disse...

É curioso que um disco editado este ano seja o melhor da década transacta.

Ervi Mendel disse...

E caso eles não editem nada no entretanto também será da próxima década

CC disse...

Bem, pelo menos já é o melhor cd do século XVI. Esse mérito ninguém lhes tira.

Ervi Mendel disse...

De CD's não sei nada mas é, de facto, o melhor LP (é que eu sou coerentemente arcaico).

Tem cantigas de amigo e de escárnio e maldizer na melhor tradição barroca dos Queen