08 março, 2007

Livro : Piercing (Ryu Murakami)


Como penso que acontecerá com grande parte dos leitores regulares, as minhas primeiras leituras dedicaram-se àquilo a que normalmente se chama "literatura de género". Comecei com a Ficção Cientifica e tive uma fase posterior, lá para os meus 20 anos, em que me dediquei a um subgénero dentro do Policial: os psicopatas (o policial de investigação nunca me cativou por aí além). A atracção pelo dark side era portanto bastante grande no jovem Bruno. Com o tempo, aprendi a gostar de outras coisas nos meus livros, mas há alguns autores de género que ainda sigo. Na ficção cientifica há os obrigatórios William Gibson e Neal Stephenson, nos psicopatas o Thomas Harris (actualmente reduzido à categoria de guilty pleasure) e o Michael Marshall.

Com a curiosidade recentemente obtida pela literatura japonesa, vim a descobrir este senhor (que não é o mesmo Murakami de que falava há alguns dias) através de um livrinho chamado In The Miso Soup, e que, a avaliar por esta nova experiência, parece ser um sério candidato para inclusão no segundo grupo. É daqueles livros em que quanto menos se souber melhor, mas digamos que o ponto de partida, é um designer gráfico de elevado sucesso, com um casamento feliz e uma criança recém nascida. Enfim, uma vida quase perfeita e dentro da normalidade. Só que o rapaz tem um dark side ainda maior do que o meu, e todas as noites, quando toda a família dorme, põe-se de ice-pick na mão a observar a sua filha no berço e a interrogar-se se será capaz de o utilizar.

É um pequeno livro que se lê de uma penada e que está muito bem feito, com personagens credíveis a nível psicológico (por incrível que possa parecer pela sinopse acima), mais voltas e contra-voltas do que o argumento de Hollywood standard, e um final com espaço para a reflexão, como só os japoneses sabem fazer... Esperançosamente alguém que trabalhe numa editora nacional (Olá Teresa!) irá descobrir esta pérola negra e tratar de a editar por cá. Até lá, os muito curiosos podem sempre recorrer à importação.

3 comentários:

Samuel Delgado disse...

Sem dúvidas eis um livro e um autor maravihoso!

Bernardo disse...

Boas Noites, é o seguinte gostava de saber se este livro já foi editado em português?
Não encontro em nenhum lugar, queria saber se por acaso encontra-se na fnac ou bertrand...

Obrigado

Bruno Taborda disse...

Bernardo : Tanto quanto consegui apurar, o único livro deste Murakami traduzido para Português foi o Na Sopa de Miso que também é muito recomendável.